UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/08/2010 - 15h53

Empreendedor: conheça o perfil dos profissionais que abriram o próprio negócio!

SÃO PAULO – Abrir o próprio negócio e não ter chefe é o sonho de muitos profissionais. Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae-SP, 33% dos empresários paulistas trabalhavam em empresas privadas antes de ter seu próprio empreendimento.


Já 28% disseram que estavam desempregados quando decidiram abrir a empresa, enquanto 20% eram autônomos, 3% trabalhavam como funcionários públicos e 1% era aposentado. Os estagiários ou estudantes e as donas de casas representam 2%, cada um, daqueles que resolveram empreender.


Motivos da abertura

Sobre os motivos que levaram à abertura da empresa, a pesquisa indica que 40% desejavam ter seu próprio negócio, 33% identificaram uma oportunidade e 9% queriam aumentar a renda.


A exigência em ter CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) por parte dos clientes também foi apontada por 8%. O Sebrae-SP afirma que 77% dos empreendedores abriram a sua empresa por questão de oportunidade e 23%, por necessidade.


Características

Em relação às características, os dados indicam que 63% dos empreendedores são homens, sendo que 78% têm Ensino Médio completo ou grau de escolaridade maior.


Sobre a idade no momento em que abriram a empresa, 13% afirmaram que tinham até 24 anos, 49% tinham entre 25 a 49 anos e 24%, entre 40 e 49 anos. As pessoas com mais de 50 anos representaram 13%. A média de idade de quem abre um negócio é de 37 anos.


Recursos e planejamento

Vale lembrar que, para abrir uma empresa, não basta querer, é necessário ter recursos. A maioria dos empresários (83%) tem de utilizar seus próprios recursos, tirando do seu bolso ou recorrendo à família.


Os empreendedores também procuram ter recursos por meio de empréstimos de bancos, com 12%, negociam prazos com fornecedores (12%), utilizam cartão de crédito ou cheque pré-datado (7%) ou até mesmo fazem empréstimos com os amigos (4%).


Outro aspecto importante para poder empreendedor é fazer um planejamento. Essa questão pode parecer simples, mas, para se ter uma ideia, 45% dos empresários não sabiam o número de clientes que gostariam de ter nem os hábitos de consumo do seu público-alvo.


Os empreendedores também não levantaram informações sobre os concorrentes (30%), informações dos fornecedores (28%), localização do estabelecimento (26%) e investimento necessário (26%). Eles disseram ainda que não sabiam sobre os aspectos legais do negócio e sobre a qualificação necessária da mão-de-obra, com 23% e 19% das respostas, respectivamente.

Hospedagem: UOL Host