UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 10h52

Como conciliar a vida no interior e o trabalho na capital?

SÃO PAULO – Trânsito, poluição, insegurança e estresse. São por essas e outras razões que muitas pessoas acabam deixando a rotina das capitais em busca de uma vida mais tranquila no interior. Em grande parte suas expectativas pessoais são correspondidas, mas na vida profissional é que podem aparecer problemas, já que as oportunidades no interior podem não ser muitas. A solução, então, é conciliar a vida no campo com o trabalho na metrópole.


"Esse profissional terá uma qualidade de vida muito boa fora da capital, pois fugirá dos problemas cotidianos. No entanto, sua vida será estressante como era antes da mudança", afirma a consultora da DBM, Irene Azevedo, a respeito do fato de ter de viajar até a capital para trabalhar. 


Caminhos

O transtorno maior para o profissional nessas situações será o caminho de ida e volta para o trabalho. Além do trânsito, ele terá de se acostumar a dirigir por 2 ou 3 horas pelas estradas. Claro que tudo dependerá também da distância da cidade do interior.


"Não adianta ele pensar somente no bem-estar da própria família e esquecer de si próprio. A vida pessoal desse trabalhador será seriamente prejudicada", diz a consultora.


Como forma de minimizar esse incômodo, Irene sugere uma mudança na postura desse executivo. O que isso significa? Adequar seus caminhos ao trabalho, comumente viabilizados por meio de veículo próprio, às viagens no "popular" fretado.


Segundo ela, com o transporte coletivo, o profissional poderá compensar algumas horas de sono e chegar mais disposto ao trabalho. Ainda assim, ele terá, diariamente, de largar mão de horas de descanso em sua casa para chegar a tempo no emprego.


"É uma balanço que tem de ser adequado, ou seja, o que isso representa para você? Quem faz [viagens] fica muito sacrificado, não aguenta fazer mais nada no final de semana a não ser descansar", pondera Irene.


Permancer na cidade

Como ninguém quer ficar longe da família, e muito menos ficar parado no trânsito, a solução pode ser mais evidente do que muitos imaginam: encontrar um espaço na capital durante a semana.


De acordo com a consultora da DBM, muitos executivos encontram o remédio para o cansaço da rotina alugando um flat. A sugestão para dias como esses, em que torna-se mais confortável passar a noite na capital, é aproveitar o período para realizar um curso, ir à academia, enfim, utilizar esse tempo da melhor forma possível.


Dentre as possibilidades que podem ser escolhidas, avalia Irene, essa é a mais compreensível. "Uma pessoa que perde tempo com o trânsito chega com outra disposição ao trabalho. Fazer isso por tempo indeterminado pode tornar a vida profissional e pessoal desse executivo conturbada", finaliza a consultora.

Hospedagem: UOL Host