! Italianos buscam novo governador para o Banco da Itália - 20/12/2005 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/12/2005 - 16h10

Italianos buscam novo governador para o Banco da Itália

[selo]
ROMA, 20 Dez (AFP) - O governo, as forças políticas e o próprio Banco da Itália buscam o melhor nome para comandar a entidade, o qual terá como objetivo recuperar o prestígio internacional da instituição, após a renúncia de Antonio Fazio por ter seu nome envolvido num escândalo financeiro.

O novo governador será designado para um mandato de seis anos, renováveis por outros seis, anunciou nesta terça-feira o ministro da Economia, Giulio Tremonti.

O governo de centro-direita liderado por Silvio Berlusconi decidiu que o Banco da Itália manterá o direito de escolher seu governador, apesar do escândalo gerado pela gestão pouco transparente de Fazio, acusado de abuso de poder e uso indevido de informações confidenciais.

O novo governador será escolhido pelo Conselho Superior do Banco, integrado por treze pessoas, e seu nome terá de ser ratificado pelo Executivo e pelo presidente da República.

O caráter vitalício do cargo desaparece para evitar que se repita uma nova crise no sistema bancário.

A reforma do Banco da Itália, reclamada por todos os setores após a renúncia de Fazio nesta segunda-feira, deverá ser aprovada pelo Parlamento e só depois será nomeado o novo governador.

As funções do cargo foram assumidas provisoriamente pelo diretor-geral do Banco da Itália, Vincenzo Desario.

Muitos nomes circulam como possíveis sucessores de Fazio, entre eles o do ex-executivo do Banco Central Europeu, Tommaso Padoa-Schioppa, de 65 anos, o ex-diretor-geral do Tesouro italiano, Mario Draghi, 58 anos, atual vice-presidente na Europa do banco de investimentos Goldman Sachs e o ex-comissário europeu Mario Monti, de 62 anos, que conta com o apoio dos partidos de centro-esquerda.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host