! Wall Street fecha em alta: Dow Jones +0,15%, Nasdaq +1,49% - 15/01/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

15/01/2009 - 20h53

Wall Street fecha em alta: Dow Jones +0,15%, Nasdaq +1,49%

[selo]
NOVA YORK, 15 Jan 2009 (AFP) - A bolsa de Nova York encerrou a quinta-feira em alta, após ter se recuperado de perdas registradas mais cedo em conseqüência de más notícias por parte do Citigroup e do Bank of America: o Dow Jones subiu 0,15%, e o Nasdaq, 1,49%.

O Dow Jones Industrial Average (DJIA) ganhou 12,35 pontos, a 8.212,49 unidades, enquanto o Nasdaq, predominantemente tecnológico, avançou 22,20 pontos, terminando a 1.511,84 unidades, segundo números definitivos do fechamento.

O índice ampliado Standard & Poor's 500, mais abrangente, subiu 0,13% (1,12 pontos), a 843,74 unidades.

A sessão foi marcada por grande volatilidade. No meio do dia, a queda do Bank of America e do Citigruop arrastou o índice Dow Jones, que despencou mais de 200 pontos.

À tarde, no entanto, informações sobre o plano do presidente eleito Barack Obama a favor do setor imobiliário melhoraram os ânimos e a situação.

"A única coisa que foi capaz de fazer os índices subirem foram as notícias vindas de Washington, indicando que Obama vai dedicar uma soma significativa para impedir as hipotecas sejam executadas", explicou Lindsay Piegza, da FTN Financial.

Os índices se recuperaram, mas o mesmo não aconteceu com os valores bancários, que foram abaixo com o Citigroup (-15,45%, a 3,83 dólares) e o Bank of America (-18,43%, a 8,32 dólares).

A bolsa de Nova York começa a admitir que o pior da crise ainda não passou, segundo Marc Pado, da Cantor Fitzgerald, que aponta: "não se pode ter cimentos sólidos sem ter as entidades financeiras sob controle".

O mercado de obrigações fechou com ligeira alta. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu para 2,201%, contra 2,213% na noite de terça-feira, e o bônus a 30 anos para 2,864%, contra 2,895%, na véspera.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host