! Jean-Claude Trichet promete redução dos juros para março - 05/02/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/02/2009 - 14h24

Jean-Claude Trichet promete redução dos juros para março

[selo]
FRANKFURT, Alemanha, 5 Fev 2009 (AFP) - O presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, prometeu nesta quinta-feira uma baixa dos juros em março para lutar contra a recessão, mas excluiu por enquanto a possibilidade de levar a taxa básica a zero.

O BCE não excluiu a idéia de reduzir as taxas diretoras em sua próxima reunião em março, declarou nesta quinta-feira seu presidente Jean-Claude Trichet durante uma entrevista à imprensa. Ele não quis se antecipar sobre o percentual.

O francês indicou que o nível de 2% não era o mais baixo possível para a taxa básica.

Mas uma taxa zero, como a dos EUA e do Japão, "não é algo que consideramos apropriado por enquanto", disse.

O conselho dos governadores decidiu mais cedo manter sua taxa básica de juros inalterada a 2%, marcando como previsto uma pausa após quatro baixas consecutivas.

Trichet esboçou um quadro sombrio das perspectivas econômicas dos 16 Estados da zona euro. As últimas estatísticas indicam "um crescimento muito negativo do PIB (Produto Interno Bruto) no quarto trimestre de 2008", disse.

"Continuamos prevendo uma fragilidade persistente da atividade econômica na zona euro para os próximos trimestres, que sofreram ainda os efeitos negativos das turbulências financeiras. As quedas dos preços das matérias-primas devem, no entanto, sustentar a renda disponível e portanto o consumi nos períodos futuros", acrescentou.

Sobre a inflação, Trichet foi obrigado a reconhecer que as pressões continuam caindo e a estabilidade dos preços estava garantida a médio prazo. A taxa de inflação caiu a 1,1% em um ano em janeiro, segundo dados provisórios.

Mas ele mostrou-se ainda preocupado, com riscos de aumento dos preços, em caso de uma alta dos preços das matérias-primas no futuro .

Trichet voltou a falar também dos riscos inflacionários induzidos pelos salários elevados. "É fundamental que os que fixam os preços e os salários estejam à altura de suas responsabilidades", disse.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host