! Obama conclama prefeitos a fazerem a sua parte para relançar a economia - 20/02/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/02/2009 - 18h26

Obama conclama prefeitos a fazerem a sua parte para relançar a economia

[selo]
WASHINGTON, EUA, 20 Fev 2009 (AFP) - O presidente Barack Obama pediu nesta sexta-feira aos prefeitos das cidades americanas que utilizem rapidamente o dinheiro do gigantesco plano de recuperação econômica promulgado nesta semana "sem gastar inutilmente, sem errar e sem fraudar".

Três dias depois da promulgação deste plano de 787 bilhões de dólares, Obama reuniu na Casa Branca 85 prefeitos para informá-los de que suas cidades serão as primeiras beneficiadas pelas medidas e ressaltar que o Estado precisa de seu apoio para que o plano funcione.

O presidente avisou aos prefeitos que tanto ele como os americanos estarão "monitorando" a utilização do dinheiro, num momento em que os Estados Unidos passam por uma grave crise econômica.

De fato, cabe em grande parte às autoridades locais decidirem como será utilizado o dinheiro do plano, cujo objetivo é estimular a criação de empregos, o consumo e os investimentos.

Para Obama, que prometeu se esforçar ao máximo para reerguer a economia, mas também para promover a transparência governo, é muito importante que as autoridades locais e os municípios façam bom uso destes fundos.

Nesta sexta-feira, Obama insistiu na importância que o plano tem para as cidades, com medidas sociais e cortes de impostos; mas, pricipalmente, com "medidas destinadas a dar trabalho aos americanos". Ele mencionou especificamente a reforma das estradas, das canalizações e da rede elétrica, a modernização dos transportes interurbanos e ferroviários e o desenvolvimento das fontes de energia sustentável.

"Trata-se do maior investimento nas infraestruturas de nosso país desde que Eisenhower construiu uma rede viária entre os estados nos anos 50", afirmou.

"Em troca destes fundos, o que espero, e o que os americanos esperam, de vocês é uma responsabilidade sem precedentes. Os americanos estão de olho na gente. Eles precisam que este plano funcione. Eles esperam que invistamos seu dinheiro, o dinheiro que ganharam tão duramente, da maneira apropriada, sem gastar inutilmente, sem errar e sem fraudar", afirmou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host