! UBS acusa fisco americano de ignorar a soberania suíça - 23/02/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

23/02/2009 - 00h38

UBS acusa fisco americano de ignorar a soberania suíça

[selo]
NOVA YORK, 23 Fev 2009 (AFP) - O banco suíço UBS, processado pelo fisco dos Estados Unidos que pediu informações sobre 52.000 titulares de contas secretas, acusou as autoridades americanas de ignorar a soberania da Suíça, o que expõe seus funcionários a penas de prisão neste país.

Em uma resposta à demanda apresentada pelo fisco americano a um tribunal federal de Miami, os advogados do UBS explicam que a exigência das autoridades americanas obrigaria os funcionários do banco na Suíça a "violar direito penal suíço".

Esta violação exporia os trabalhadores a "penas de prisão consideráveis, além de multas e outras punições", segundo os advogados.

"O fisco ignora simplesmente a existência do direito e da soberania suíça", acusam os advogados.

O UBS está no centro de uma polêmica há vários dias entre as autoridades suíças e americanas sobre a questão do sigilo bancário, pedra angular da potência financeira suíça.

Após um acordo amigável, o UBS aceitou pagar 780 milhões de dólares para saldar um caso de fraude fiscal e, ao mesmo tempo, entregou na quarta-feira passada às autoridades americanas a identidade de entre 250 e 300 clientes americanos suspeitos de evasão fiscal, provocando um grande debate no país europeu.

Na quinta-feira, a secretaria americana da Justiça anunciou a apresentação de uma demanda para exigir o UBS a entrega de informações relativas a 52.000 contas secretas identificadas pelo fisco dos Estados Unidos como pertencentes a cidadãos deste país e que somariam 15 bilhões de dólares em ativos.

A demanda foi considerada "inaceitável" por vários políticos suíços.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host