! GM registra perda líquida de quase US$ 31 bilhões em 2008 - 26/02/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

26/02/2009 - 11h11

GM registra perda líquida de quase US$ 31 bilhões em 2008

[selo]
NOVA YORK, EUA, 26 Fev 2009 (AFP) - O construtor automotivo americano General Motors registrou prejuízo líquido de quase US$ 31 bilhões em 2008 depois de uma perda de mais de US$ 43 bilhões em 2007, de acordo com os resultados preliminares divulgados nesta quinta-feira pelo grupo.

O construtor de Detroit, que está tentando obter uma ampliação da ajuda concedida por Washington, indicou ainda que o ambiente econômico e do mercado automobilístico deve continuar difícil este ano, segundo um comunicado.

"O ano 2008 foi extremamente difícil nos EUA e nos mercados mundiais do automóvel, particularmente no segundo semestre", comentou o presidente do grupo Rick Wagoner, em um comunicado.

"Estas condições criaram um ambiente muito difícil para a GM e os construtores automobilísticos em seu conjunto, o que nos levou a adotar novas medidas drásticas e difíceis para reestruturar nossa atividade. Nós acreditamos que estas condições difíceis vão continuar em 2009, e é a razão pela qual intensificamos nossas medidas de reestruturação", explicou.

A GM apresentou semana passada em Washington um relatório de etapas sobre o plano de viabilidade revelado em dezembro ao Congresso e que condicionou o desbloqueio de 13,4 bilhões de dólares de financiamentos públicos. O grupo pede até 16,6 bilhões extras daqui até 2011, e espera atualmente que a administração Obama se pronuncie sobre a pertinência de sua reestruturação para obter estes fundos, sem o que o a declaração de insolvência parece inevitável.

As perdas foram mais pesadas que o esperado pelos analistas no acumulado do ano e no quarto trimestre, período no qual o grupo, em reestruturação permanente desde o fim de 2005, intensificou suas medidas de redirecionamento e enfrentou uma degradação do ambiente econômico.

O prejuízo líquido de 2008 foi de 30,9 bilhões de dólares, mas cai para 16,8 bilhões de dólares se não forem considerados inúmeros encargos extras, que a GM não detalhou.

Por ação e fora os elementos extras, medida de referência dos analistas, a perda anual foi de 29 dólares.

No quarto trimestre, a GM registrou prejuízo líquido de 9,6 bilhões de dólares, contra uma queda de 1,5 bilhão um ano antes. Fora os elementos extras, esta perda fica em 5,9 bilhões de dólares, ou seja 9,65 dólares por ação.

O mercado esperava uma perda por ação de 7,40 dólares no trimestre e de 26,94 dólares em um ano.

A GM registrou um faturamento também bem menor que o esperado, com rendas de 149 bilhões de dólares em 2008, contra os 152,6 bilhões de dólares previstos.

O grupo detalhou os desempenhos por região para o quarto trimestre. A região da América do Norte agravou suas perdas de um ano para o outro. Nos EUA, a GM viu sua fatia do mercado encolher para 21% no fim de 2008, contra 22,7% um ano antes.

A Europa, onde a GM está se reestruturando e onde viu recuarem suas marcas (Opel, Saab), também registrou perdas, a 1,89 bilhão, contra queda de 449 milhões um ano antes.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host