! Petróleo cai em NY e Londres após aumento das reservas americanas - 11/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

11/03/2009 - 16h45

Petróleo cai em NY e Londres após aumento das reservas americanas

[selo]
NOVA YORK, EUA, 11 Mar 2009 (AFP) - Os preços do petróleo terminaram em forte baixa nesta quarta-feira em Nova York (-7%) e Londres, depois do anúncio de uma alta dos estoques petroleiros dos Estados Unidos na semana passada.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em abril perdeu 3,38 dólares, encerrando a 42,33 dólares.

Na Intercontinental Exchange de Londres, o barril de Brent do mar do Norte com o mesmo vencimento recuou 2,56 dólares, cotado a 41,40 dólares no fechamento.

Depois de abrir em baixa, a queda se acelerou após a divulgação dos dados semanais sobre as reservas americanas, que aumetaram, segundo o departamento de Energia.

Os estoques de cru subiram em 700.000 barris, enquanto as reservas de produtos destilados aumentaram 21 milhões. Apenas os estoques de gasolina caíram, com menos 3 milhões de barris, superando as previsões dos analistas.

"Globalmente, as cifras tinham uma tendência para baixa, as reservas totais de petróleo se consolidaram e o consumo de gasolina perdeu seus avanços acumulados no ano", destacou Hussein Allidina, do Morgan Stanley.

Para Mike Fitzpatrick, da MF Global, a sessão operou com uma tendência mais ampla.

"Nos últimos dias, o mercado aumentou de forma bastante clara, mas ontem (terça-feira) perdeu o impulso ao se aproximar dos 50 dólares", observou o analista. Desde o fechamento de segunda, os preços já baixaram cerca de 5 dólares.

Os investidores estão à espera da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), no domingo. Depois de apostar até agora em uma redução das atuais cota, a dúvida tomou conta do mercado.

"Antes da reunião de ministros, houve discussões nas últimas duas semanas sobre a necessidade de respeitar as reduções decididas, por causa da melhora registrada pelo mercado", indicou Fitzpatrick.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host