! Obama quer estímulos 'sólidos' para economia, mas rejeita excesso de regulação - 12/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

12/03/2009 - 18h40

Obama quer estímulos 'sólidos' para economia, mas rejeita excesso de regulação

[selo]
WASHINGTON, EUA, 12 Mar 2009 (AFP) - O presidente Barack Obama pediu nesta quinta-feira aos membros do G-20 esforços "sólidos" para estimular suas economias, mas disse que a reforma dos mercados financeiros não deve criar um sistema "super-regulador".

As declarações de Obama trazem uma aparente discrepância com a posição de alguns países europeus sobre a maneira de se enfrentar a crise global, antes da Cúpula do Grupo das 20 nações desenvolvidas e em desenvolvimento, prevista para Londres, em abril.

Obama destacou a importância de que os "esforços de estímulo de todos os países sejam suficientemente sólidos para enfrentar a queda na demanda".

"Queremos garantir que cada um tenha consciência de que a queda da demanda global é enorme e que chegou o momento de enfrentá-la", disse o presidente americano.

Obama afirmou ainda que apoia uma maior regulação financeira, como defendem os europeus, mas advertiu que não deve haver um sistema "super-regulador".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host