! Melhora surpreendente do setor imobiliário anima Wall Street - 17/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

17/03/2009 - 17h48

Melhora surpreendente do setor imobiliário anima Wall Street

[selo]
NOVA YORK, EUA, 17 Mar 2009 (AFP) - A bolsa de Nova York fechou em forte alta nesta terça-feira, consolidando seus lucros nos últimos minutos do pregão, graças aos bons números do setor imobiliário e um salto dos valores tecnológicos: o Dow Jones subiu 2,48%, e o Nasdaq, 4,14%.

O Dow Jones Industrial Average ganhou 178,73 pontos, encerrando a 7.395,70 unidaes, enquanto o Nasdaq, de alto componente tecnológico, avançou 58,09 pontos, a 1.462,11 unidades, segundo números definitivos do fechamento.

O índice ampliado Standard & Poor's 500, por sua vez, terminou a +3,21% (24,23 pontos), a 778,12 unidades.

O mercado consolidou sua recuperação depois de ter fechado em baixa na segunda-feira, iniciando a sessão desta terça de forma indecisa.

"Ontem (segunda-feira), o mercado perdeu parte de seus lucros de forma ordenada, e hoje, graças a bons indicadores imobiliários, o mercado subiu. É importante, porque estamos em níveis mais altos do que no fechamento de sexta-feira", destacou Peter Cardillo, da Avalon Partners.

O Dow Jones cedeu 0,10% na segunda-feira, interrompendo uma série de quatro altas consecutivas.

"Os valores ligados ao setor imobiliário estão em melhor situação, e isso impulsiona para cima os valores do consumo", apontou por sua vez Bill O'Grady, da Confluence Influence Management.

O início da construção de casas e as permissões para construção outorgadas nos Estados Unidos subiram inesperadamente em fevereiro, após sete meses em queda.

Muitos economistas tentavam atenuar o otimismo, falando em uma recuperação temporária do setor, que está no centro da crise, mas admitindo que o mercado "não ignora as notícias positivas e reage de acordo", indicou Cardillo.

O mercado obrigatório caiu. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 3,003%, contra 2,951% na segunda-feira, e o dos títulos a 30 anos a 3,804%, contra 3,765%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host