! Governo Obama naufraga no déficit - 20/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/03/2009 - 19h07

Governo Obama naufraga no déficit

[selo]
WASHINGTON, EUA, 20 Mar 2009 (AFP) - O Congresso dos Estados Unidos elevou consideravelmente nesta sexta-feira sua previsão de déficit orçamentário para o exercício fiscal em curso, que ultrapassa o valor estimado pela Casa Branca, atingindo a soma colossal de 1,845 trilhão de dólares.

Este total, que representa o equivalente a 13,1% do Produto Interno Bruto, está contido num "relatório de análise" do projeto de orçamento apresentado pela Casa Branca em fevereiro.

A título de exemplo, representa mais de dois anos do PIB da 15ª economia mundial, a Holanda.

"Desde que a Comissão de Orçamento do Congresso (CBO) publicou suas últimas projeções, em janeiro, as perspectivas pioraram. Uma degradação da conjuntura e outros fatores aumentaram as projeções do déficit em mais de 400 bilhões de dólares para 2009 e 2010", explicou a comissão em seu informe.

A precedente estimativa antecipava um déficit de 1,2 trilhão de dólares para o ano orçamentário que termina no final de setembro.

Se as estimativas forem atingidas, representarão praticamente o quádruplo do exercício anterior, que chegou a 459 bilhões de dólares, ou seja, 3,2% do PIB.

No momento, o déficit nos cinco primeiros meses (outubro a fevereiro) é de 764,5 bilhões de dólares, segundo cifras do Tesouro.

"O governo Bush deixou para Obama uma economia desestruturada (...) Déficits dessa magnitude não podem ser solucionados em um ou dois exercícios", afirmou o presidente democrata da comissão de Orçamento da Câmara de Representantes, John Spratt.

Para Judd Gregg, membro republicano da Comissão de Orçamento do Senado, o relatório "confirma que, com os projetos do presidente, a dívida vai se elevar a níveis chocantes, simplesmente insustentáveis e vão destruir as chances para o futuro da economia".

A Casa Branca, que indicou há um mês trabalhar com 1,752 trilhão de dólares de déficit, minimizou as cifras do Congresso.

"Nenhum dos números de hoje mudará os objetivos do presidente nem sua capacidade de levar a bom termo uma redução do déficit", destacou seu porta-voz Robert Gibbs, durante entrevista à imprensa.

A ambição de dividir por dois o déficit durante seu mandato faz parte dos compromissos do presidente Barack Obama. E para a CBO, ele pode conseguir isso.

"Há uma grande incerteza em relação às projeções do orçamento (...) Isso faz parte de um processo legislativo normal", afirmou Peter Orszag, diretor para assuntos de orçamento de Obama, numa entrevista por telefone.

Orszag destacou que o Congresso e o executivo não fazem as mesmas previsões de crescimento. Elas divergem em relação aos próximos anos: por exemplo, um déficit em 2010 de 1,379 trilhão de dólares para o CBO, contra 1,171 trilhão de dólares para a presidência.

A Comissão de Orçamento do Congresso baseia-se na estimativa de que o Produto Interno Bruto dos Estados Unidos vá recuar 3,0% este ano, antes de um crescimento de 2,9% em 2010. Para a Casa Branca, o encolhimento do PIB em 2009 vai ser limitado a 1,2%, antes de uma retomada de 3,2% em 2010.

A CBO é um organismo suprapartidário, encarregado no Congresso de fornecer análises econômicas aos parlamentares como parte do processo orçamentário.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host