! México pedirá 40 bilhões de dólares ao FMI - 31/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

31/03/2009 - 17h50

México pedirá 40 bilhões de dólares ao FMI

[selo]
LONDRES, Reino Unido, 31 Mar 2009 (AFP) - O presidente do México, Felipe Calderón, anunciou nesta terça-feira, em Londres, que seu país "abrirá uma linha de crédito" com o Fundo Monetário Internacional (FMI) de entre 30 e 40 bilhões de dólares.

"Vamos ativar uma nova linha de crédito com o FMI de entre 30 e 40 bilhões de dólares", anunciou Calderón em um seminário em Londres para fomentar os investimentos britânicos no México.

Calderón disse que o México está disposto a abrir esta linha de crédito "a partir da próxima semana".

"As finanças públicas estão em ordem, os fundamentos da economia estão em ordem", destacou Calderón, ao anunciar que o México "está pronto para se beneficiar" da reforma e da ampliação do capital do FMI, que devem ser aprovadas na reunião do G20 nesta quinta-feira, em Londres.

"A economia e o comércio do México vão ficar bem a longo prazo", garantiu Calderón, incentivando os empresários e banqueiros britânicos a investir no México.

O FMI anunciou na semana passada uma reforma para simplificar seus empréstimos a países em dificuldades, que inclui a criação de uma nova linha de crédito flexível, sem condições ou limite de valor.

Este crédito do Fundo apoiará o peso mexicano e servirá para afastar os temores sobre a queda das reservas nacionais, provocada pela ação do governo para sustentar a moeda local.

O Banco do México (Banxico, central) já vendeu 21,1 bilhões de dólares de reservas, desde outubro passado, para apoiar a moeda local.

Desde o início da crise financeira internacional, o peso mexicano já perdeu mais de 50% de seu valor em relação ao dólar.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host