! OCDE prevê queda de 0,3% do PIB do Brasil em 2009 - 31/03/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

31/03/2009 - 12h40

OCDE prevê queda de 0,3% do PIB do Brasil em 2009

[selo]
PARIS, França, 31 Mar 2009 (AFP) - A economia brasileira recuará 0,3% em 2009 devido à crise econômica mundial, previu a OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos).

"O PIB se contrairá em uma pequena margem em 2009, mas se recuperará em 2010, quando crescerá 3,8%", indicou a OCDE em suas últimas perspectivas econômicas.

Em novembro passado, a OCDE previa um crescimento da economia brasileira de 3% este ano e de 4,5% em 2010.

As previsões do Banco Central do Brasil são mais otimistas.

O BC reduziu na segunda-feira de 3,2% para 1,2% sua previsão de crescimento do PIB este ano.

"A atividade se desacelerou para 1,3% no último trimestre de 2008, em relação aos 6,8% do trimestre anterior. Com a intensificação da crise financeira mundial, a produção industrial foi abalada em setores sensíveis ao crédito", explicou a OCDE, com sede em Paris.

"No entanto, a produção industrial melhorou em janeiro, e as vendas de veículos começaram a se recuperar no início de 2009, embora a partir de um nível deprimido", acrescentou.

Embora as condições de acesso ao crédito continuem sendo ajustadas, há sinais de melhora, destacou a OCDE.

A OCDE antecipou ainda que a inflação cairá para 4,3% este ano e o próximo, e o superávit fiscal primário representará 2,8% do PIB este ano e 3,5% em 2010.

Segundo a OCDE, o governo brasileiro tem "ampla margem" para dar continuidade às medidas de flexibilização da política monetária.

"O ritmo e a dimensão da recuperação certamente sofrerão uma maior deterioração da perspectiva financeira mundial. Em particular, qualquer atraso na recuperação dos sócios comerciais do Brasil deve ter um efeito nos resultados de exportações do país", comentou.

"A recuperação também pode ser atrasada se as taxas de juros aumentarem em decorrência de uma deterioração das contas públicas maior que o previsto", acrescentou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host