UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2009 - 02h40

Londres espera acordo até o fim do ano sobre taxa mundial dos bancos

Grã-Bretanha, França e Alemanha estão próximos de um acordo sobre um imposto internacional dos bancos, que pode ser aprovado em novembro, durante a reunião do G20 em Seul, afirmou o primeiro-ministro britânico Gordon Brown ao jornal Financial Times.

Ao citar o ceticismo do Canadá sobre o tema e o desejo de Brown de que o imposto seja aplicado a nível mundial, o jornal financeiro britânico destaca que o acordo não poderá ser aprovado na próxima reunião do G20, no mês de junho em Toronto.

Brown aposta em uma decisão do G20, que reúne as grandes potências e os países emergentes, no encontro de novembro em Seul, segundo o FT.

"Reino Unido, França e Alemanha discutiram o que podemos fazer juntos", declarou Brown ao jornal.

"Concordamos sobre a necessidade de uma base comum", acrescentou, antes de afirmar que espera a união dos Estados Unidos ao projeto.

A Alemanha aprovou na semana passada o princípio para a instauração de um imposto sobre os bancos que deve alimentar um fundo de resgate ao setor no caso de uma nova crise.

França e Estados Unidos estudam medidas similares, mas não revelaram detalhes dos projetos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host