! Alemanha registra queda de 23,1% nas exportações em fevereiro - 08/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/04/2009 - 10h05

Alemanha registra queda de 23,1% nas exportações em fevereiro

FRANKFURT, Alemanha, 8 Abr 2009 (AFP) - A Alemanha, maior exportador mundial em 2008, registrou uma queda de 23,1% em suas exportações em fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2008, segundo dados provisórios divulgados nesta quarta-feira pelo escritório nacional de estatísticas, o Destatis.

As importações caíram 16,4% no mesmo período.

Em janeiro, as exportações alemãs caíram 23% ao ano, indicou o Destatis, revisando para baixo uma estimativa inicial devido ao agravamento das consequências do colapso do comércio mundial na maior economia europeia.

"O pesadelo para as empresas alemãs não acabou", comentou Andreas Rees, economista do Unicredit.

"Há poucos sinais de que as exportações deixarão de se contrair num futuro próximo", continuou.

Os pedidos industriais da Alemanha também caíram em fevereiro, 3,5% em relação ao mês anterior, indicaram dados oficiais nesta quarta-feira, embora estes números sugiram que a queda pode ter atingido seu máximo.

Economistas consultados pela agência Dow Jones Newswires previam uma queda menor em fevereiro, de 2,7%.

Em janeiro, os pedidos industriais da maior economia européia caíram 6,7%, segundo o ministério da Economia.

As exportações caíram 0,7% em fevereiro, na comparação com o mês anterior, mas somente porque a Destatis revisou em baixa o nível das vendas ao exterior em janeiro, destacou o economista Andreas Rees.

Calculado em dois meses, o nível de janeiro-fevereiro foi 13,7% inferior ao final de 2008.

"Diversos indicadores destacaram mais pressão sobre as exportações ao menos até meados do ano", disse o economista. "Mas em termos de atividade econômica geral, o primeiro trimestre foi a depressão absoluta", acrescentou.

O fabricante de automóveis de luxo Daimler, que depende fortemente dos mercados de exportação, anunciou na quarta-feira que espera um resultado claramente negativo para os primeiros três meses de 2009, e nenhuma melhora antes da segunda metade do ano.

Como as importações também caíram muito, a Alemanha anunciou um superávit comercial de 8,7 bilhões de euros (11,5 bilhões de dólares) em fevereiro, mas este dado é quase a metade dos 17,1 bilhões de euros registrados em fevereiro de 2008, segundo a Destatis.

A maior queda das exportações obedece a uma retração do comércio com outros membros da União Europeia, que diminuiu 24,4%, enquanto as exportações a países de fora da UE caíram 20,6%.

O consumo das famílias e os investimentos na Alemanha não conseguiram compensar a forte queda do comércio, e as autoridades admitiram que a economia do país vai recuar mais do que a previsão de 2,25% do PIB este ano.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host