! Equador exigirá US$ 210 milhões da brasileira Odebrecht - 08/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/04/2009 - 02h14

Equador exigirá US$ 210 milhões da brasileira Odebrecht

QUITO, Equador, 7 Abr 2009 (AFP) - O Equador processará por fraude e peculato a empresa brasileira Odebrecht para exigir pelo menos 210 milhões de dólares por descumprimento de contrato na construção de uma hidrelétrica, anunciou nesta terça-feira o presidente do Fundo de Solidariedade (estatal, responsável pela obra).

"Exigiremos aproximadamente 210 milhões de dólares mais juros", declarou à imprensa o presidente do Fundo de Solidariedade, Jorge Glas, depois de ter recebido os resultados de uma auditoria na hidrelétrica San Francisco realizada pela firma italiana Electroconsul.

O alto funcionário acrescentou que há indícios de abuso de confiança e peculato por parte da Odebrecht, que descumpriu o contrato. "O relatório técnico é contundente, a obra não foi concluída, não foi construída conforme as especificações técnicas", acrescentou.

"A República do Equador foi fraudada pela Odebrecht", afirmou.

A central de San Francisco parou de operar em junho de 2008 por danos que foram identificados um ano depois de sua entrega e, embora tenha sido submetida a reparos para retomar a atividade, terá que voltar a ser paralisada para novos trabalhos.

Glas disse que as irregularidades bastam para que sejam "iniciadas ações legais" penais contra a construtora, que foi expulsa do Equador em setembro de 2008 e teve seus bens embargados por ter se negado a indenizar o Estado pelo descumprimento do contrato.

Quito também impugnou na Câmara de Comércio Internacional (CCI) de Paris um crédito do BNDES de 243 milhões de dólares, o que gerou a reação de Brasília, que chamou para consultas o seu embaixador entre novembro e janeiro.

O empréstimo foi destinado à construção da hidrelétrica na Amazônia equatoriana por parte da Odebrecht.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host