! Briga com Odebrecht não afeta relações com Brasil, diz Rafael Correa - 13/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

13/04/2009 - 10h46

Briga com Odebrecht não afeta relações com Brasil, diz Rafael Correa

[selo]
Em Quito (Equador)
O presidente do Equador, Rafael Correa, disse nesta segunda-feira que as relações com o Brasil não serão afetadas pela decisão de Quito de pedir à empresa Odebrecht US$ 210 milhões, devido às falhas na construção de uma hidrelétrica.

"Isso não tem porquê afetar a relação com o Brasil", disse o presidente ao canal estatal de televisão. "Se isto chateou o Brasil, o que vamos fazer?", acrescentou.

Quito expulsou a Odebrecht em setembro de 2008 e, em seguida, pediu na Câmara de Comércio Internacional (CCI) de Paris um crédito do banco brasileiro BNDES no valor de US$ 243 milhões, o que gerou a reação de Brasília.

O governo brasileiro chamou seu embaixador para consultas entre novembro e janeiro.

O empréstimo foi destinado à construção da hidrelétrica na Amazônia equatoriana por parte da Odebrecht.

Correa declarou que a convocação do diplomata aconteceu devido a "uma informação errada" sobre o caso dada por seu colega do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e enfatizou que foi "um erro que repararam porque a disputa comercial e financeira não merecia nenhum conflito diplomático.

O presidente do estatal Fundo de Solidariedade do Equador, Jorge Glas, destacou semana passada que o país recorrerá a um tribunal internacional para processar a Odebrecht, acusada de não ter concluído a obra e que deixou de operar em junho de 2008.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host