! General Growth, gigante do setor imobiliário, anuncia concordata - 16/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

16/04/2009 - 12h56

General Growth, gigante do setor imobiliário, anuncia concordata

[selo]
WASHINGTON, EUA, 16 Abr 2009 (AFP) - O grupo americano General Growth Properties, proprietário de centros comerciais e edifícios residenciais, anunciou nesta quinta-feira que declarou concordata, uma das maiores do setor imobiliário dos Estados Unidos.

O grupo com base em Chicago (norte) e 158 de seus 200 centros comerciais se ampararam nas disposições do capítulo 11 da lei de quebras, que permite que uma empresa se reestruture com ajuda de seus credores.

"Nossa corporação continua sólida, e anda bem, com fluxos de dinheiro estáveis, mas o desabamento do mercado de crédito não nos permite refinanciar nossa dívida que atingiu a maturidade em torno do capítulo 11", explicou o diretor executivo Adam Metz, citado em um comunicado.

Enquanto sua dívida chegou a 27 bilhões de dólares, os ativos mencionados pela General Growth em seu pedido de concordata cobrem apenas 24 bilhões de dólares, indicou o Wall Street Journal.

"O grupo se esforçará para sair do procedimento de falência o mais rapidamente possível adotando um plano de reestruturação que preserva as operações nacionais da empresa", explicou a General Growth.

"Após meses de tentativas de negociações com seus credores, o grupo continuará, sob a proteção do capítulo 11, explorando todas as alternativas estratégicas para encontrar novas fontes de capitais", acrescentou em um comunicado.

A General Growth, cujo faturamento ficou em 3,4 bilhões de dólares ano passado, indicou ter recebido o comprometimento de uma linha de crédito de quase 375 milhões de dólares da parte dos fundos de investimentos Pershing Square Capital Management, já acionista da empresa.

"As atividades diárias do conjunto dos centros comerciais do grupo, assim como as referentes às suas outras propriedades, continuam normalmente", disse.

Derrubada pela queda do mercado imobiliário e o desaquecimento econômico, a ação da General Growth perdeu 97% de seu valor em um ano na Bolsa de Nova York, até cair a 24 centavos em novembro passado. Quarta-feira à noite, o grupo valia 329 milhões de dólares na Bolsa.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host