! GM quer US$ 5 bilhões extras de ajuda do governo americano - 17/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

17/04/2009 - 12h32

GM quer US$ 5 bilhões extras de ajuda do governo americano

[selo]
NOVA YORK, EUA, 17 Abr 2009 (AFP) - O fabricante de automóveis americano General Motors (GM) precisa de mais US$ 5 bilhões do governo americano, afirmou nesta sexta-feira seu presidente em entrevista por telefone. A empresa já recebeu ajuda de US$ 13,4 bilhões.

O presidente da GM, Fritz Henderson, também disse que as discussões com o sindicato das montadoras norte-americanas e os credores da empresa continuam.


A GM deve fechar até 1º de junho, segundo prazo fixado por Washington, um acordo com seus credores para reestruturar US$ 28 bilhões de dívida e um acordo com o sindicato das montadoras sobre o financiamento da cobertura de saúde de seus aposentados, para tentar escapar à concordata.

Segundo o jornal "Detroit News" desta sexta, o governo americano estaria disposto a conceder essa ajuda extra de curto prazo, assim como mais US$ 500 milhões para a Chrysler.

De acordo com o jornal, que cita uma fonte governamental ligada ao tema, o governo fará um anúncio nesse sentido na próxima semana.

Consultado pelo jornal, um porta-voz da Casa Branca assegurou que não há nenhuma decisão sobre o total dos fundos que serão recebidos pela GM e Chrysler.

Ajudados até o momento pelo Estado com US$ 17,4 bilhões, GM e Chrysler -que já haviam solicitado US$ 21,6 bilhões em ajuda federal- foram advertidas por Washington, que considerou insuficientes seus planos de reestruturação.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host