! Colômbia pede US$ 10,4 bi ao FMI - 20/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/04/2009 - 20h25

Colômbia pede US$ 10,4 bi ao FMI

[selo]
WASHINGTON, EUA, 20 Abr 2009 (AFP) - A Colômbia solicitou 10,4 bilhões de dólares ao FMI, dentro da nova Linha de Crédito Flexível (LCF) do Fundo Monetário Internacional, informou nesta segunda-feira a entidade multilateral.

O ministro colombiano da Fazenda, Óscar Iván Zuluaga, e o diretor-geral do Banco Central, José Darío Uribe, solicitaram que "a Colômbia seja considerada para ter acesso a um acordo precatório por 900% de sua cota (em torno de 10,4 bilhões de dólares)", assinala o comunicado do diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn.

"É minha intenção proceder rapidamente com o pedido ao diretório executivo do FMI para que aprove o pedido da Colômbia", destacou Strauss-Kahn.

"A Colômbia tem uma trajetória firme de políticas econômicas apropriadas, assim como fundamentos econômicos e bases institucionais muito sólidos. As autoridades colombianas têm respondido adequadamente aos desafios criados pela crise financeira mundial e demonstram estar comprometidas em prosseguir nesta firme trajetória".

O governo colombiano explicou que o pedido de crédito é uma medida preventiva para atenuar os efeitos da crise internacional, mas que não pretende utilizar o dinheiro.

"Dada à natureza preventiva do crédito, o país não está obrigado a utilizá-lo...", destaca o ministério da Fazenda.

A situação econômica na Colômbia tem se deteriorado nos últimos meses e em março passado o ministro da Fazenda estimou que a crise mundial provocaria um rombo de 10 bilhões de dólares, devido à queda nas exportações, no investimento estrangeiro e nas remessas de dinheiro do exterior.

No momento, a previsão de crescimento para 2009 na Colômbia é de entre 0,5% e 1,5%, contra a expectativa de 3% no início do ano.

A Colômbia é o terceiro país a recorrer à LCF, após o México solicitar um crédito de 47 bilhões de dólares, na sexta-feira, e a Polônia anunciar, na semana passada, um pedido de 20 bilhões de dólares.

A LCF é um instrumento criado em 24 de março passado para auxiliar os países membros do FMI "cujas variáveis fundamentais da economia, as políticas e a aplicação das políticas sejam muito sólidas", segundo o Fundo.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host