! Brasil ainda não quer falar em nova contribuição para FMI - 24/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

24/04/2009 - 18h03

Brasil ainda não quer falar em nova contribuição para FMI

[selo]
WASHINGTON, EUA, 24 Abr 2009 (AFP) - O Brasil ainda não está disposto a falar sobre novas contribuições ao Fundo Monetário Internacional (FMI), declarou nesta sexta-feira o ministro da Fazenda Guido Mantega.

"Não vamos falar de números até que tenhamos um novo instrumento adequado" no FMI, disse Mantega à imprensa, na véspera do início da reunião semestral do FMI e do Banco Mundial (Bird) em Washington.

As discussões sobre um aporte suplementar estão incluídas no contexto da ampliação do capital do FMI aprovada na recente cúpula do G20 (países ricos e emergentes) em Londres.

A Alemanha pediu que os grandes países emergentes aumentassem sua contribuição ao FMI.

"Esperamos que mais países participem" da doação de recursos ao Fundo, declarou à imprensa o ministro alemão das Finanças, J¶rg Asmussen.

"Os países que têm mais recursos não são os emergentes", disse Mantega aos jornalistas, referindo-se, aparentemente, a essas declarações.

Mantega deverá participar, mais tarde, de uma reunião de ministros das Finanças do G20 no Departamento do Tesouro, e vai apresentar essa posição.

O Brasil está disposto a contribuir com 4,5 bilhões de dólares para se unir ao Plano de Transações Financeiras (PTF) do Fundo, aprovado em Londres, mas é preciso continuar as discussões sobre aportes suplementares, destacou o ministro.

"Uma proposta que farei na próxima reunião é reativar os quatro grupos de trabalho para poder apresentar resultados", declarou Mantega à imprensa.

Estas negociações podem durar até a próxima conferência do G20 em Nova York, estimou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host