! Exercício da força aérea causa pânico em Manhattan - 27/04/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

27/04/2009 - 19h13

Exercício da força aérea causa pânico em Manhattan

[selo]
NOVA YORK, EUA, 27 Abr 2009 (AFP) - Um dos Boeing 747 utilizados pela Força Aérea para transportar o presidente dos Estados Unidos, escoltado por dois caças F-16, causou pânico nesta segunda-feira ao sobrevoar Manhattan à baixa altitude perto do "Marco Zero".

Segundo testemunhas e uma porta-voz da polícia, "as pessoas foram presas de pânico"; vários escritórios foram esvaziados até que se inteiraram de que se tratava de um exercício aéreo.

A agência de aviação federal americana (FAA) esclareceu, através de seu porta-voz Jim Peters, que se tratava, na realidade, de manobra destinada a tirar fotografias aéreas.

Os três aparelhos sobrevoaram em círculo várias vezes o rio Hudson na manhã desta segunda-feira.

"A manobra foi coordenada de antemão com a Força Aérea e as autoridades do Estado e da cidade", esclareceu Peters.

Os moradores, no entanto, não ficaram satisfeitos.

"Muito divertido! uma sessão de fotos sobre a qual ninguém tinha conhecimento", criticou Jurgens Bauer, operador financeiro com escritório situado perto do "Marco Zero".

"Eu estava aqui no 11/9 e vi milhares de pessoas morrendo. Não tem cabimento que façam exercícios sem nos avisar", comentou, furioso.

Horas depois, a Casa Branca se desculpou, através de comunicado assinado por seu diretor de assuntos militares, Louis Caldera.

Obama permaneceu em Washington segunda-feira e não estava no avião, esclareceram as autoridades ao prestar contas do incidente.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host