! Líder trabalhista quer mais mulheres à frente dos bancos britânicos - 07/05/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/05/2009 - 08h00

Líder trabalhista quer mais mulheres à frente dos bancos britânicos

[selo]
LONDRES, Reino Unido, 7 Mai 2009 (AFP) - A vice-presidente do Partido Trabalhista britânico, Harriet Harman, defendeu a presença de mais mulheres nos cargos de direção da City de Londres, onde as mulheres recebem até 40% menos que os homens.

Em uma reunião parlamentar dedicada ao tema mulheres na recessão, Harriet, ministra da Igualdade no governo de Gordon Brown, fez a proposta.

Ela citou pesquisas que mostram que as mulheres recebem até 40% menos que os homens e pediu o fim da "discriminação salarial".

A ministra afirmou que o meio de acabar com o preconceito é a lei de igualdade, que será discutida no Parlamento na próxima semana.

"Às vezes, para obter resultados, devemos utilizar métodos que podem dar medo", advertiu Harriet Harman, ao defender o projeto de lei que permitirá aos diretores de empresas contratar mulheres, ou membros de grupos minoritários, mesmo que os candidatos homens ao cargo tenham melhores qualificações.

O Projeto de Igualdade - criticado por setores empresariais, mas que o governo trabalhista espera transformar em lei no início de 2010 -, obrigará as empresas britânicas com pelo menos 250 funcionários a revelar as diferenças salariais entre homens e mulheres.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host