! Wall Street evolui sem direção na ausência de indicadores relevantes - 12/05/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

12/05/2009 - 18h38

Wall Street evolui sem direção na ausência de indicadores relevantes

[selo]
NOVA YORK, EUA, 12 Mai 2009 (AFP) - A Bolsa de Nova York evoluiu sem direção nesta terça-feira, em uma sessão marcada pela ausência de notícias relevantes: o Dow Jones subiu 0,60%, mas o Nasdaq perdeu 0,88%.

O Dow Jones Industrial Average ganhou 50,34 pontos, a 8.469,11 unidades, enquanto o Nasdaq, de alto componente tecnológico, recuou 15,32 pontos, a 1.715,92 unidades, segundo números definitivos.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 fechou quase estável, perdendo 0,10% (0,89 ponto), a 908,35.

Após abrir em alta, o mercado passou ao vermelho, antes de se recuperar, parcialmente, a cerca de meia hora do fechamento, com um baixo volume de operações.

"Não ocorreu grande coisa, os volumes não foram elevados", disse Peter Cardillo, da Avalon Partners.

"É necessário ter prudência", advertiu Lindsay Piegza, da FTN Financial, explicando o retorno da volatilidade diante da ausência de dados econômicos importantes.

O setor bancário dominou durante parte da sessão, levando o mercado a reverter a tendência de alta da manhã.

Bank of America (-5,26% a 12,26 dólares) cedeu por 7,3 bilhões de dólares um terço de sua participação no China Construction Bank (CCB), segundo o Wall Street Journal. BofA também emitiu obrigações por 3 bilhões de dólares.

Citigroup recuou 5,18% e JPMorgan Chase, 1,31%.

As montadoras - outro setor em dificuldades - também afetaram o mercado.

Ford, que anunciou um aumento de capital, para captar 2 bilhões de dólares, perdeu 17,60%, a 5,01 dólares.

General Motors caiu 20,14%, a 1,15 dólar, após o anúncio de que vários de seus diretores liquidaram sua participação no grupo.

Na outra ponta, os setores de energia e farmacêutico puxaram o Dow Jones para cima.

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos baixou a 3,175%, contra 3,180% na noite de segunda-feira. O título a 30 anos fechou a 4,157%, contra 4,180%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host