UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/07/2009 - 15h19

GM, Ford, Chrysler e Toyota têm aumento de vendas nos EUA em junho

NOVA YORK, 1 Jul 2010 (AFP) -As três maiores montadoras americanas, General Motors (GM), Ford e Chrysler, anunciaram nesta quinta-feira aumento das vendas nos Estados Unidos em um ano até junho, apesar de uma queda na comparação com maio, um mês tradicionalmente marcado por promoções.

Para a gigante GM, as vendas em um ano subiram 10,7%, para 195.380 unidades. Mas o desempenho das quatro marcas que formam o coração da GM um ano depois de sua recuperação judicial - Chevrolet, Buick, Cadillac e GMC - é espetacular, com um avanço geral de 35,8% de suas vendas em um ano.

As das outras marcas, que deverão ser vendidas ou extintas (Hummer, Pontiac, Saab, Saturn), caíram mais de 98%.

Um funcionário da GM, Don Johnson, revelou que as vendas de junho tinham sido marcadas por uma preferência pelas picapes, o que interpretou como "uma indicação de que uma parte fundamental da economia americana se reforça gradualmente".

A segunda maior montadora nos Estados Unidos, a Ford, anunciou que suas vendas totais avançaram 13,3% (170.900 unidades) em um ano até junho (alta de 15,4% caso seja excluída a marca Volvo), apesar de também ter sofrido baixas em relação a maio.

A montadora comemorou o fato de ter aumentado sua fatia de mercado, pela vigésima vez em 21 meses, e informou que o conjunto do setor será beneficiado com o reestabelecimento das vendas.

A Chrysler, a menor montadora das três, publicou que suas vendas tiveram um salto de 35% em um ano, com 92.482 unidades. "O boca a boca dos consumidores se intensifica fortemente com a chegada de nosso novo Jeep Grand Cherokee às concessionárias, e as críticas (favoráveis) sobre nossas novas picapes Ram Heavy-Duty", afirmou o chefe de vendas nos EUA, Fred Diaz.

As três montadoras registraram quedas em relação ao mês passado, de 12,7% para a GM, 10,7% para a Ford e 11,8% para a Chrysler.

Atrás, ainda que apenas nos Estados Unidos, ficou a japonesa Toyota, o maior fabricante de automóveis no nível mundial.

As vendas de junho cresceram apenas 6,8%, a 140.604 unidades na comparação com as 131.654 de um ano antes, mas caíram em relação às 162,813 unidades atingidas em maio com a ajuda das tradicionais promoções.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host