! Sarkozy e Lula anunciam cooperação militar e espacial franco-brasileira - 07/07/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/07/2009 - 12h11

Sarkozy e Lula anunciam cooperação militar e espacial franco-brasileira

PARIS, França, 7 Jul 2009 (AFP) - Os presidentes da França, Nicolas Sarkozy, e do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, anunciaram nesta terça-feira em Paris a assinatura de novos contratos militares em setembro, quando o governante francês fará uma visita ao Brasil.

"Falamos de aviões, helicópteros, submarinos. Assinamos vários acordos e assinaremos outros. Propus ao Brasil que desenvolvamos juntos sua aviação militar, com transferência de tecnologia", declarou Sarkozy após o encontro com Lula.

"Estamos de acordo sobre a necessidade de fortalecer os vínculos entre a França e o Brasil no que se refere à indústria da defesa e esperamos concluir acordos quando Nicolas Sarkozy for ao Brasil, no dia 7 de setembro", disse o presidente brasileiro.

A fabricante francesa de aviões Dassault Aviation espera poder vender sua aeronave de combate Rafale ao Brasil, que deseja adquirir 36 unidades por entre 2 e 3 bilhões de dólares.

O Brasil escolherá o fornecedor de suas novas aeronaves de combate em função do preço, mas sobretudo de um acordo que envolva transferência de tecnologia por parte dos construtores aeronáuticos.

Em dezembro de 2008, durante uma primeira visita de Sarkozy ao Brasil, os dois presidentes assinaram importantes contratos para a aquisição de material militar por parte do país sul-americano, principalmente 50 helicópteros de transporte e quatro submarinos de ataque da classe Scorpene.

Na ocasião, os dois países também concordaram em construir juntos um submarino de propulsão nuclear.

Durante o encontro desta terça-feira, a cooperação franco-brasileira também foi discutida pelos presidentes no campo espacial.

"Eu disse ao presidente Lula que estamos dispostos a abrir nosso centro espacial de Kuru, na Guiana Francesa, para abrigar os engenheiros e cientistas brasileiros", indicou Sarkozy.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host