! Cepal: PIB da América Latina e do Caribe cairá 1,9% em 2009 - 15/07/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

15/07/2009 - 13h18

Cepal: PIB da América Latina e do Caribe cairá 1,9% em 2009

SANTIAGO, Chile, 15 Jul 2009 (AFP) - A economia da América Latina e do Caribe encolherá 1,9% em 2009, seu primeiro retrocesso após seis anos de crescimento, mas deve se recuperar em 2010 com um crescimento de 3,1%, segundo estimativas anunciadas nesta quarta-feira pela Cepal em Santiago.

"Depois de crescer por seis anos de maneira ininterrupta, o PIB da América Latina e do Caribe se contrairá 1,9% em 2009", indica o relatório apresentado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

O pior resultado será o do México, cujo PIB cairá 7%, segundo as projeções.

O organismo, subordinado às Nações Unidas, estima que a normalização dos mercados financeiros e as "melhores expectativas" sobre a marcha de algumas economias encaminharão a região para a recuperação a partir de 2010, a taxas moderadas.

"Provavelmente, veremos uma recuperação gradual para a região no segundo semestre deste ano. Esta voltaria a crescer em 2010, mas apenas 3,1% em média, uma taxa muito moderada em comparação a anos recentes", segundo o texto.

Além da queda no México, as maiores contrações acontecerão no Paraguai e na Costa Rica (-3%) e em Honduras (-2,5%).

O Brasil, por sua vez, deve registrar um retrocesso de 0,8%.

As maiores altas, por outro lado, serão registradas na Bolívia, no Panamá (ambos com 2,5%), no Peru e no Haiti (2,0%).

O relatório da Cepal também prevê que a queda da atividade econômica terá impacto sobre o aumento da pobreza e do desemprego urbano, que aumentará dos 7,4% observados em 2008 para 9% em 2009.

A situação econômica "elevaria a taxa de desemprego para cerca de 9%, o que significaria que cerca de mais três milhões de pessoas ficariam sem trabalho", alerta a Cepal.

Em 2008, havia 15,9 milhões de desempregados nas zonas urbanas da América Latina.

A economia regional cresceu 4,2% em 2008; 5,8% em 2007 e 2006; 4,9% em 2005 e 6,1% em 2004, segundo os dados mais recentes publicados nesta quarta-feira.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host