UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/07/2009 - 16h59

Maré negra: depressão tropical perde força e BP espera retomar o trabalho

NOVA ORLEANS, EUA, 24 Jul 2010 (AFP) -A depressão tropical Bonnie perdia força, este sábado, à medida que avançava no Golfo do México, dando à BP, que decidiu reenviar suas equipes ao local da maré negra, na esperança de retomar rapidamente a luta contra o pior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.

Um dos dispositivos chave do grupo britânico - uma plataforma de perfuração que opera sobre um dos poços auxiliares que poderiam permitir selar definitivamente o vazamento - voltou este sábado à região, a 80 km da costa da Luisiana (sul).

A plataforma "Development Driller 3" voltará a ser ligada ao poço de imediato, disse o chefe da guarda costeira, Thad Allen, a cargo da resposta ao vazamento.

A plataforma havia sido desconectada do poço pela ameaça da tempestade tropical Bonnie. Mas ela se debilitou desde a noite de sexta-feira e passou a ser depressão tropical, podendo se dissipar.

"Estimou-se que a tempestade tenha baixado em intensidade", havia dito o porta-voz do grupo britânico, Bryan Ferguson, ao explicar a decisão de fazer a plataforma voltar.

Às 12H00 de Brasília, a tempestade Bonnie estava sobre o Golfo do México, 265 km a sudoeste da foz do rio Mississippi, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), com sede em Miami.

Em seu caminho, o olho da tempestade chegará á Luisiana, na costa norte do Golfo, na última hora de sábado. Mas o fenômeno "se tornou menos organizado" e "poderia degenerar em uma área de baixa pressão", disse o NHC.

As operações de luta contra a maré negra já tinham sido perturbadas no fim de junho pela tempestade Alex, o primeiro furacão da temporada no Atlântico.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host