! Otan e mais de 20 países investigam mistério do "Arctic Sea" - 16/08/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

16/08/2009 - 13h33

Otan e mais de 20 países investigam mistério do "Arctic Sea"

PRAIA, Cabo Verde, 16 Ago 2009 (AFP) - O caso do cargueiro "Arctic Sea", desaparecido desde o fim do julho e pelo qual foi exigido o pagamento de um resgate na Finlândia, é objeto de uma investigação que envolve a Otan, a Rússia e mais de 20 países.

O navio - que partiu em 23 julho da Finlândia com destino a Argélia com uma carga de madeira avaliada em 1,4 milhão de dólares - não dá notícias oficialmente desde sua passagem, no fim de julho, pela costa de Ouessant (oeste da França).

O navio, com bandeira de Malta e tripulação russa, estaria atualmente no Oceano Atlântico diante de Cabo Verde.

Mas a Rússia, que mobilizou navios e submarinos militares para investigar o paradeiro, se recusa a confirmar a localização e mantém em sigilo suas informações.

O tema sensível é objeto de colaboranção entre a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e Moscou.

Em Helsinque, o Escritório Nacional de Investigação coordena as investigações e mantém mais de 20 países permanentemente informados.

No sábado, as autoridades finlandesas confirmaram que um pedido de resgate foi feito à empresa proprietária do navio, Sol Chart Management.

O valor pedido seria de 1,5 milhão de dólares, segundo o site do jornal Financial Times Deutschland.

Mas o jornal acrescenta que analistas consideram a situação uma aberração, já que o valor pedido está muito abaixo deste tipo de caso. O FTD não especifica se o resgate serviria para libertar apenas a tripulação ou também o navio.

Há duas semanas, analistas examinam as hipóteses para o misterioso desaparecimento: uma nova forma de pirataria, um ajuste de contas entre mafiosos, tráfico de droga e uma divergência comercial que teria acabado mal são algumas das possibilidades citadas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host