! Wall Street termina em alta, impulsionada por valores da energia - 19/08/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

19/08/2009 - 18h02

Wall Street termina em alta, impulsionada por valores da energia

NOVA YORK, EUA, 19 Ago 2009 (AFP) - A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta quarta-feira, graças ao impulso dos valores da energia, superando uma pressão para baixo exercida mais cedo pelas bolsas asiáticas: o Dow Jones avançou 0,66%, e o Nasdaq, 0,68%.

O Dow Jones Industrial Average subiu 61,22 pontos, a 9.279,16 unidades, enquanto o Nasdaq, de alto componente tecnológico, ganhou 13,32 pontos, a 1.969,24 unidades.

O índice Standard & Poor's 500, de composição mais ampla, encerrou a +0,69% (6,79 pontos) a 996,46 unidades.

"Os valores da energia e de produtos farmacêuticos lideraram a recuperação", constatou Scott Marcouiller, da Wells Fargo Advisors.

Impulsionado por um salto de mais de 4% dos preços do petróleo após uma espectacular e inesperada queda das reservas de cru nos Estados Unidos, o setor de energia liderou a reversão da tendência do mercado, que teve dificuldades na abertura da sessão.

O pregão nova-iorquino foi afetado no começo do dia por uma queda da bolsa de Xangai e por temores sobre o ritmo do crescimento econômico na Ásia.

"Houve um recuo significativo na Ásia, mas esses mercados subiram 80% antes de cair", atenuou Art Hogan, da Jefferies, acrescentando que os mercados americanos haviam ganho apenas 10% desde o início do ano.

"Evidentemente, é importante acompanhar a tendência da China (...), mas não ao ponto de imitar seus bruscos movimentos diários", indicou o analista.

Os grupos petroleiros Chevron (+1,82%, a 68,16 dólares) e ExxonMobil (+2,27%, a 68,00 dólares) lideraram a recuperação das ações, que se beneficiaram não apenas da alta dos preços do cru, mas também da assinatura de dois importantes contratos.

O mercado obrigatório também subiu. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu a 3,463%, contra 3,526% na terça-feira, e o dos títulos a 30 anos caiu a 4,294%, contra 4,348%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host