UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/08/2009 - 17h45

Petróleo fecha em forte queda e atinge menor nível desde junho

NOVA YORK, 24 Ago 2010 (AFP) -Os preços do petróleo registraram novamente fortes perdas nesta terça-feira em Nova York, depois de cair a seu nível mais baixo desde junho, em um mercado que continua ruim diante da desaceleração da economia mundial.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (designação de "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em outubro fechou em 71,63 dólares, queda de 1,47 dólar em relação a segunda-feira.

Os preços, que ainda superavam os 80 dólares no início de agosto, caíram na sessão a 71,45 dólares, piso que não atingia desde o início de junho.

"Continua a tendência à baixa", constatou Tom Bentz, do BNP Paribas. "Oferta excessiva, indicadores econômicos ruins: nada mudou. O mercado continua em níveis baixos e é difícil prever quando irá parar. Poderá chegar a níveis próximos dos 70 dólares."

O indicador do dia nos Estados Unidos reforçou a ansiedade: as vendas de moradias usadas caíram em julho a seu nível mais baixo desde 1995.

"Quando se observa o mercado, pode-se ver o medo", observou Phil Flynn, da PFG Best Research. "Quando há incerteza sobre a economia, sobre a forma com a qual o Federal Reserve controla a situação, as pessoas ficam nervosas. Isso não é bom para as perspectivas da demanda de petróleo, e o dólar irá se beneficiar de seu status de ativo refúgio", valorizando-se e reduzindo a atratividade do petróleo.
Hospedagem: UOL Host