! Microsoft responde a Google e Apple com o Windows phones - 01/09/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/09/2009 - 13h56

Microsoft responde a Google e Apple com o Windows phones

PARIS, França, 1 Set 2009 (AFP) - O gigante da informática americano Microsoft vai lançar em 6 de outubro os celulares "Windows phones" em parceria com mais de 20 operadoras e fornecedores de equipamentos, uma ofensiva para enfrentar seus rivais Google e Apple.

Este lançamento, na Europa, nos Estados Unidos, na América do Sul e na Ásia-Pacífico, será realizado em colaboração com 16 operadoras e sete fornecedores de equipamentos (HTC, Acer, LG, Samsung, Sony-Ericsson, HP e Toshiba).

Estes novos celulares serão equipados com o Windows Mobile 6.5, o novo sistema operacional da Microsoft para os "smartphones", telefones celulares com possibilidade de acesso à internet, como o iPhone da Apple ou o Blackberry do grupo canadense Research in Motion (RIM).

A Microsoft reagiu assim à ofensiva do gigante da internet Google, que lançou no início de 2008 um sistema operacional aberto para celulares, o Android, aberto para todos os fornecedores de equipamentos.

Há alguns anos, surgiram rumores sobre o lançamento pela Microsoft de um celular com seu próprio nome, como fez seu concorrente Apple, mas o gigante da informática privilegiou uma estratégia mais parecida com a da Google.

Seu sistema operacional para celulares está perdendo velocidade: no segundo trimestre, ele equipava apenas 9% dos smartphones vendidos, contra 12% há um ano, segundo o gabinete Gartner.

Ao mesmo tempo, a Apple avançou 2,8%, para 13,3%, enquanto a Google atingiu em alguns meses quase 2% e ainda pode aumentar sua fatia de mercado, pois inúmeros aparelhos podem adotar o Android no quarto trimestre.

O lançamento dos Windows phones "é uma reação ao que aconteceu há um ano no ramo de sistemas operacionais de celulares. Havia uma certa expectativa em torno de um relançamento", declarou à AFP Laurent Husson, analista da Forrester.

O mercado dos smartphones -dominado hoje pela Nokia e seu sistema operacional Symbian, que no entanto também reduziu sua fatia de 57% a 51% no mercado em um ano - é muito promissor: as vendas aumentaram 27% no segundo trimestre, uma tendência que deve continuar no conjunto do ano.

"Com este lançamento, a Microsoft pretende, antes de mais nada, transmitir mais segurança a seus clientes do ramo dos computadores", destacou Husson.

O gigante americano quer também "mostrar que tem parceria com os principais construtores de terminais, como Samsung e LG que trabalham também com a Google, e com as operadoras mais importantes da Europa", acrescentou.

Para estes novos celulares, a Microsoft desenvolveu um designer melhorado para os usuários, de mais simples utilização, com funcionalidades de navegação mais eficazes e uma oferta de serviços de valor agregado.

Entre eles o Microsoft My Phone, um serviço gratuito de sincronização e arquivamento de dados, e o Windows Marketplace para Celular, uma loja de downloads de aplicativos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host