UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

07/09/2009 - 17h22

Wall Street fecha em baixa, após iniciar o mês com euforia

NOVA YORK, 7 Set 2010 (AFP) -A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta terça-feira, apagando parte do recuperado nas primeiras sessões do mês, depois de um artigo que revelou os temores dos investidores sobre os bancos europeus. O Dow Jones perdeu 1,03% e o Nasdaq, 1,11%.

Segundo dados definitivos de fechamento, o Dow Jones Industrial Average perdeu 107,24 pontos, a 10.340,69 pontos, e a bolsa eletrônica Nasdaq caiu 24,86 pontos, a 2.208,89 pontos.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 retrocedeu, por sua vez, 1,15% (12,67 pontos), a 1.091,84 pontos.

"O mercado registrou uma boa subida nos primeiros dias de setembro e a situação de hoje (terça-feira) é em parte uma queda após compras exageradas", explicou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management.

Com efeito, nos três primeiros dias de setembro, o índice ampliado S&P 500 recuperou 5,3%, apagando as perdas de agosto.

"O mercado tinha caído um pouco, dado cenário atual, melhor que o esperado, mas não tão bom", destacou Marc Pado, da Cantor Fitzgerald, em alusão à alta registrada na semana anterior, como consequência de uma série de indicadores menos ruins que anterioremente.

Mas depois do fim de semana prolongado, os investidores foram novamente vítimas de novos temores sobre a situação dos bancos europeus.

O Wall Street Journal colocou em dúvida nesta terça-feira os resultados dos testes de resistência dos bancos feitos na União Europeia, estimando que certos riscos aos quais as instituições foram expostas foram subestimados.

"É difícil ser entusiasta em um sentido ou outro. Não há notícias negativas suficientes para pensar que uma grande queda está sendo preparada, mas não vejo um catalizador depois desta alta de 5%", completou o analista.

Nesta semana, não são esperados indicadores importantes, e o cenário mantém-se condicionado por um retorno paulatino das férias de verão no Hemisfério Norte.

"Se o mercado conseguir manter os ganhos da semana passada, já será um êxito", disse Marc Pado.

O mercado obrigatório aproveitou a fragilidade do mercado de ações. O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos caiu para 2,609% contra 2,706% na noite de sexta-feira, e os títulos de 30 anos para 3,669% contra 3,783%. O rendimento das obrigações evolui no sentido oposto a seus preços.
Hospedagem: UOL Host