! Para Stiglitz busca do crescimento pode agravar a situação - 14/09/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

14/09/2009 - 11h02

Para Stiglitz busca do crescimento pode agravar a situação

PARIS, França, 14 Set 2009 (AFP) - A busca do crescimento econômico, medido pelo Produto Interno Bruto (PIB), pode agravar a situação da população, afirma o americano Joseph Stiglitz, Prêmio Nobel de Economia, que presidiu na França uma comissão que divulgou um relatório nesta segunda-feira.

"A busca do aumento do PIB pode agravar a situação da população", declarou Stiglitz ao apresentar um informe sobre os limites do PIB como indicador de resultados econômicos e progresso social.

O relatório foi elaborado por uma comissão formada por 22 especialistas e presidida por Stiglitz, criada em fevereiro de 2008 pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy.

"Em uma sociedade na qual os resultados têm cada vez mais importância, a estatística conta", afirma o economista, que foi conselheiro do presidente americano Bill Clinton, antes de destacar o "perigo" que representa a distância entre as estatísticas e a percepção da situação.

"Quando você tem medições erradas, está lutando com medições econômicas ruins", ressaltou Stiglitz, para quem o informe apresentado nesta segunda-feira é "um primeiro passo", que ainda está "longe do objetivo".

No relatório, a comissão Stiglitz defende a instauração de indicadores que permitam que as estatísticas econômicas enfatizem a medição do "bem-estar" e do meio ambiente.

Segundo o Prêmio Nobel de Economia, ter indicadores do crescimento econômico mais globais permitiria, por exemplo, mostrar que a "oposição entre crescimento econômico e preocupações com o meio ambiente é artificial".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host