! Wall Street segue em céu de brigadeiro - 15/09/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

15/09/2009 - 18h29

Wall Street segue em céu de brigadeiro

NOVA YORK, EUA, 15 Set 2009 (AFP) - A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta terça-feira, puxada por indicadores melhores que o previsto e por declarações positivas: Dow Jones ganhou 0,59% e Nasdaq, 0,42%.

O Dow Jones Industrial Average avançou 56,61 pontos, a 9.683,41 unidades, e o Nasdaq subiu 10,86 pontos, a 2.102,64.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 ganhou 0,31% (3,29 pontos), a 1.052,63 unidades.

Os três índices atingiram seus níveis mais altos em 11 meses.

"As ações estão realmente muito caras", disse Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management, após o Dow Jones subir 45% nos últimos seis meses. "Mas muita gente quer comprar e a situação não dá razão para vender".

O mercado se beneficiou por indicadores melhores que o esperado, mas também por declarações positivas de especialistas influentes.

Em relação às estatísticas, as vendas no varejo nos Estados Unidos subiram 2,7% em relação a julho, sustentadas pelo setor automotivo após o plano "sucata por dinheiro", superando claramente a alta esperada de 1,9%. A recuperação foi bem-vinda após a queda de 0,2% no mês precedente.

Outro fator positivo foi a atividade industrial na região de Nova York, representada pelo índice Empire State, que acelerou sua alta em setembro após retomar o crescimento no mês anterior.

Os valores industriais se beneficiaram claramente com este entusiasmo e General Electric (4,23% a 16 dólares), Caterpillar (6,01% a 51,70 dólares) e Alcoa (8,11% a 13,99 dólares) representaram as maiores altas do índice Dow Jones.

O mercado aproveitou também "comentários positivos de gente respeitada", disse Gregori Volokhin, da Meeschaert New York.

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, estimou hoje que a recessão "muito provavelmente terminou" nos Estados Unidos.

No mercado obrigatório, o rendimento do bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 3,452%, contra 3,406% na noite de segunda-feira. O título a 30 anos fechou a 4,262%, contra 4,215% na véspera.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host