! Empresas aéreas prometem reduzir emissões de CO2 - 21/09/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

21/09/2009 - 23h51

Empresas aéreas prometem reduzir emissões de CO2

LONDRES, Reino Unido, 22 Set 2009 (AFP) - A indústria da aviação fará nesta terça-feira a drástica promessa de reduzir à metade as emissões de dióxido de carbono até 2050, por ocasião da conferência das Nações Unidas sobre o aquecimento global, em Nova York.

O presidente da British Airways, Willie Walsh, revelará um acordo entre as companhias aéreas, aeroportos e fabricantes de aviões para reduzir em 50% as emissões de dióxido de carbono até 2050 em relação aos níveis de 2005, informa o jornal britânico The Guardian.

A medida levará a uma alta no preço das passagens aéreas e provocará uma corrida de tecnologia verde entre os fabricantes do setor, destaca o jornal.

"As emissões da aviação internacional não foram incluídas no protocolo de Kioto, há 12 anos. Agora, temos a oportunidade de corrigir esta omissão, e devemos aproveitá-la", dirá Walsh aos delegados da ONU.

"Nossas propostas representam os meios mais práticos e efetivos para a redução do impacto das emissões de carbono pelo setor aeronáutico". "São a melhor opção para o planeta...".

Os membros da Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA) também prometem reduzir em 1,5%, a cada ano, as emissões de dióxido de carbono durante a próxima década.

Segundo The Guardian, as companhias aéreas sairão do regime de comércio dos direitos de emissão da União Europeia, ao qual deveriam se integrar em 2012, para passar a comprar direitos de emissão no mercado global.

Walsh disse, no início do ano, que o sistema global aumentaria em 4,8 bilhões de dólares os custos da indústria, com reflexo nos preços das passagens.

Se for aprovada pela ONU, a proposta deve integrar a agenda da Cúpula de Copenhague (7 a 18 de dezembro) sobre um acordo para entrar em vigor após o fim da primeira fase do Protocolo de Kioto, em janeiro de 2013.

Segundo a ONU, o transporte aéreo contribui com 2% da emissão global de CO2, principal causa do aquecimento climático no planeta.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host