! Fed vai se reune durante dois dias para definir uma saída para a crise - 21/09/2009 - AFP - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

21/09/2009 - 14h05

Fed vai se reune durante dois dias para definir uma saída para a crise

WASHINGTON, EUA, 21 Set 2009 (AFP) - O Federal Reserve (Fed, banco central americano) se reunirá terça e quarta-feira, em clima de otimismo devido ao início de retomada, para definir uma saída para a crise, mas não deve mudar sua taxa básica, que está perto de zero desde dezembro passado.

O interesse da reunião está no fato de que o Fed pode falar sobre a conjuntura econômica e, eventualmente, sobre a maneira como pretende acabar com seu amplo planod e apoio monetário adotado contra a crise.

O presidente do Fed, Ben Bernanke, disse terça-feira passada que a recessão americana terminou, mas que a economia se manteria "muito fraca durante um bom tempo".

Para os membros do Comitê de política monetária do Fed (FOMC), não há previsão de aumento da taxa básica. Vários deles confirmaram esta notícia nos últimos dias.

Michael Mussa, ex--chefe do FMI (Fundo Monetário Internacional) disse quinta-feira que a única coisa que pode levar o Fed a aumentar sua taxa de juros de repente é a existência de provas de um aumento dos preços. Segundo ele, isto não ocorrerá antes do segundo semestre de 2010.

De fato, o índice que serve de referência ao BC revelou que os preços caíram em julho 0,8% ao ano, quando o Fed considera desejável uma alta de entre 1,7% e 2%. Por sua vez, os encarregados do FOMC dizem que a inflação deve se manter "modesta durante um tempo".

Espera-se que os debates do FOMC girem em torno do futuro das medidas de apoio ao crédito adotadas pelo Fed, que mobilizam centenas de milhares de milhões de dólares. Embora sejam muito cedo para um final abrupto, chegou a hora de definir como serão adotadas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host