UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/10/2009 - 19h05

Wall Street fecha estável após evoluir sem direção

NOVA YORK, EUA, 13 Out 2009 (AFP) - A Bolsa de Nova York fechou praticamente estável nesta terça-feira, ao final de um pregão marcado pela queda da ação do grupo farmacêutico Johnson and Johnson e por temores sobre os bancos: Dow Jones perdeu 0,15% e Nasdaq subiu 0,04%.

O Dow Jones Industrial Average, que havia fechado na véspera em seu nível mais alto desde outubro de 2008, perdeu hoje 14,74 pontos, a 9.871,06 unidades, enquanto o Nasdaq, de alto componente tecnológico, avançou 0,75 ponto, a 2.139,89.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 retrocedeu 0,28% (3 pontos), a 1.073,19 unidades.

No vermelho durante grande parte da manhã, os índices da Bolsa americana passaram à estabilidade à tarde.

"O mercado mostra sinais de preocupação, mas da prova de resistência", disse Peter Cardillo, da Avalon Partners. "É um bom sinal, isto significa que consegue superar seus temores".

O setor financeiro esteve em dificuldades durante toda a jornada, após a influente analista Meredith Whitney reduzir sua recomendação sobre o título do banco de investimentos Goldman Sachs (-1,54% a 187,23 dólares), que publica seus resultados nesta quinta-feira.

Os investidores também receberam negativamente os resultados trimestrais do grupo farmacêutico Johnson and Johnson (-2,43% a 61,01 dólares), que integra o índice Dow Jones e anunciou um lucro superior às previsões, mas com um volume de negócios considerado decepcionante.

Os valores tecnológicos, pelo contrário, sustentaram o mercado após o anúncio da compra pela Cisco (+0,28% à 23,85 dollars) da Starent Networks (+16,78% a 33,90 dólares), empresa especializada na tecnologia de ligar celulares à Internet, por 2,9 bilhões de dólares.

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu a 3,312%, contra 3,384% na noite de sexta-feira. Os títulos a 30 anos fecharam a 4,153%, contra 4,227%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host