UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/10/2009 - 14h45

FMI alerta aos países desenvolvidos sobre aumento de sua dívida

WASHINGTON, EUA, 14 Out 2009 (AFP) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) dirigiu-se nesta quarta-feira aos países desenvolvidos, alertando que sua dívida pública alcançará em média 120% de seu PIB em 2014 e os incentivou a tomar medidas em várias frentes para reduzi-la.

Com o aumento dos planos estatais de reativação para tirar as economias da crise, os países desenvolvidos registrarão um aumento de sua dívida pública de 120% de su PIB no orçamento de 2014, estimou Carlo Cottarelli, diretor do departamento de assuntos orçamentários do Fundo, em uma entrevista publicada no site da instituição.

Enfatizando que a alta da dívida pública dos países industrializados é "sem precedentes em tempos de paz", Cottarelli afirmou que os governos envolvidos deverão "tomar medidas em várias frentes" para evitar que o fardo da dívida não afogue suas economias, quando enfrentarem o "choque demográfico" que representa o envelhecimento de sua população.

Segundo o analista, "com o objetivo de reduzir a dívida pública para cerca de 60% do PIB nos próximos 20 anos", os países desenvolvidos deverão passar dos déficits orçamentários que representam 3,5% do PIB em média, a excedentes da ordem de 4,5%.

Para este economista do FMI, "isso implica reformas para manter os gastos de saúde e de aposentaria a um nível constante em relação ao PIB", mas também um congelamento dos gastos públicos por habitante e, inclusive, esforços maiores em relação à evasão fiscal ou a colocação em prática de impostos contra as emissões de gases poluentes.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host