UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/11/2009 - 20h12

Brasil pode ampliar compra de gás boliviano (embaixador)

LA PAZ, Bolívia, 1 Nov 2009 (AFP) - O Brasil não prevê reduzir suas importações de gás natural da Bolívia, que flutuam entre os 24 e os 30 milhões de metros cúbicos diários (MMCD), e até poderia ampliar o contrato que termina em 2019, disse neste domingo, em La Paz, o embaixador brasileiro, Frederico Cézar de Araujo.

"Os volumes de exportação de gás da Bolívia para o Brasil não diminuirão. Os termos estão estabelecidos no (contrato boliviano-brasileiro) GSA, especialmente os volumes sobre o montante de importação", afirmou o diplomata, citado pela agência governamental de notícias ABI.

Bolívia e Brasil assinaram um contrato de compra e venda de gás por 20 anos, que entrou em vigor em 1999.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host