UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/11/2009 - 08h35

Banco Mundial adverte que economia enfrentará obstáculos em 2010

CINGAPURA, 13 Nov 2009 (AFP) - O Banco Mundial (Bird) advertiu nesta sexta-feira em Cingapura que a economia mundial enfrentará sérios obstáculos em 2010, incluindo o desemprego em grande escala nos países desenvolvidos, bolhas de ativos e um retorno do protecionismo.

Em uma apresentação durante a reunião anual do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), que acontece em Cingapura, o presidente do Bird, Robert Zoellick, apresentou uma lista de potenciais problemas para a economia mundial, que tenta sair da pior recessão desde 1930.

"A razão pela qual estou falando desta questão é porque estamos em um ponto da recuperação no qual a confiança é muito importante", disse Zoellick.

"Se restarem bolhas de ativos que não forem solucionadas corretamente, a confiança pode ser minada em 2010, que é o ano que mais preocupa", afirmou o ex-representante americano do Comércio.

Zoellick afirmou que os altos níveis de desemprego, em particular nos países mais ricos do mundo, podem criar uma "segunda onda" de crise bancária com a interrupção de pagamentos de empréstimos, cartões de crédito e hipotecas.

Ele disse ainda que o consumo nos Estados Unidos, que levou a economia mundial para frente em outras crises, não pode ser esperado agora.

Zoellick também apontou para os sinais de que os países afetados pela crise estão tentando recuperar suas economias com o retorno do protecionismo.

"Por enquanto é uma febre pequena e não se trata de uma gripe. Mas se tivermos desemprego em grande escala, é preciso ser cuidadoso, porque os líderes políticos estarão sob pressão e, infelizmente, uma das coisas que geralmente mais os deixa tentados é elevar as barreiras comerciais", explicou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host