UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 21h20

PIB da Venezuela cai 4,5% no terceiro trimestre e o país entra em recessão

CARACAS, Venezuela, 17 Nov 2009 (AFP) - O Produto Interno Bruto (PIB), que representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos na na Venezuela, registrou uma contração de 4,5% no terceiro trimestre de 2009, o que representa o segundo trimestre consecutivo de queda, um fato considerado internacionalmente como recessão.

Segundo comunicado desta terça-feira do Banco Central da Venezuela (BCV), a baixa no terceiro trimestre do ano, somada a um retrocesso de 2,4% no segundo e a uma alta de 0,3% no primeiro, faz com que a economia venezuelana registre uma perda de 2,2% nos primeiros nove meses de 2009.

Este retrocesso "se produz num entorno fortemente afetado pelas sequelas da crise financeira global e do enfraquecimento nos preços do petróleo", precisa a nota.

Segundo o BCV, os efeitos negativos foram minimizados pela "adoção de políticas econômicas por parte do Executivo", destacando-se medidas destinadas a manter o emprego, os programas sociais e a agilização na importação de bens e serviços.

A desaceleração na economia venezuelana foi sentida tanto no setor de petróleo (-9,5%) como nos demais (-3,0%), assinala o informe.

O volume de vendas do petróleo bruto registrou uma baixa de nível, gerado pelos cortes de produção acertados pelos países da OPEP, o que afetou ainda mais a economia do Estado venezuelano.

Houve uma forte queda do setor manufatureiro (-9,2%) e do comércio (-11,5%), apesar de um crescimento na construção civil (+4,3%) e nas comunicações (11,4%).

Em 2008, o PIB da Venezuela registrou um crescimento de 4,8%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host