UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 11h06

Tóquio ocupa lugar de Paris como capital mundial dos restaurantes 3 estrelas

TÓQUIO, Japão, 17 Nov 2009 (AFP) - Tóquio se tornou nesta terça-feira a capital mundial dos restaurantes detentores de três estrelas, com 11 distinções concedidas pelo Guia Michelin 2010, roubando o lugar de Paris, que obteve dez.

"Com 261 estrelas, Tóquio é, de longe, a capital da gastronomia mundial e a que tem o maior número de restaurantes três estrelas", destacou Jean-Luc Naret, o diretor do Guia Michelin, em coletiva de imprensa.

No total, o Guia 2010 atribuiu 261 estrelas, 34 a mais que o ano passado, a 197 restaurantes, entre os quase 160.000 registrados em Tóquio.

Assim como nos anos anteriores, o guia só inclui estabelecimentos com estrelas, ao contrário dos outros guias Michelin no mundo. "Isso mostra que a gastronomia continua em primeiro lugar na capital japonesa", destacou Naret.

Com 11 restaurantes "três estrelas" (contra nove em 2008), 43 "duas estrelas" (36 em 2008) e 144 "uma estrela" (128 em 2008), Tóquio obtém três vezes mais pontos que a capital francesa.

"Tóquio se tornou a capital mundial da culinária, superando Paris. É preciso felicitá-lo por esta façanha", declarou Naret. "Nós damos as estrelas para os restaurantes onde as encontramos e, em Tóquio, a riqueza culinária é extraordinária", explicou.

No entanto, Naret destacou que Paris tem quase 40.000 restaurantes, quatro vezes menos que Tóquio.

A França continua sendo a pátria dos melhores restaurantes do mundo, com 25 "três estrelas" contra 18 no Japão, se somados os sete restaurantes premiados com três estrelas no novo Guia Michelin Kyoto-Osaka (oeste), publicado mês passado.

Naret disse que agora todos os inspetores do Michelin são japoneses, e que o guia de Tóquio integrou este ano pela primeira vez os izakaya (cafés-restaurantes), restaurantes de kushiage e yakitori (espetinhos) e estabelecimentos de shojin ryori (cozinha vegetariana budista).

A cozinha japonesa continua sendo uma das preferidas, com 67% dos endereços selecionados. Os outros estabelecimentos propõem cozinha francesa, chinesa, italiana ou espanhola.

Por outro lado, três restaurantes de cozinha japonesa entram este ano para o prestigioso clube das três estrelas - Esaki, Sushi Saito e Yukimura -, enquanto que Hamadaya perde seu terceiro prêmio devido à saída de seu chef.

O guia será vendido em japonês e em inglês a partir de 20 de novembro no Japão e no início de fevereiro na Europa.

O primeiro guia Tóquio 2008 vendeu 300.000 exemplares em somente cinco semanas. A edição 2009 vendeu 180.000 exemplares.

A primeira edição do Guia Michelin foi publicada em agosto de 1900 na França. Atualmente, a coleção cobre 23 países e o guia Kyoto-Osaka 2010, que saiu em outubro passado, é seu 24º título, depois que a empresa deixou de publicar a guia Áustria e da suspensão das guias sobre Las Vegas e Los Angeles (Estados Unidos).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host