UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/11/2009 - 08h34

Descarrilamento deixa 39 mortos na Rússia e autoridades suspeitam de terrorismo

MOSCOU, Rússia, 28 Nov 2009 (AFP) - Trinta e nove pessoas morreram na sexta-feira à noite na Rússia no descarrilamento de um trem de passageiros entre Moscou e São Petersburgo, e as autoridades russas suspeitam de um atentado.

"São 39 mortos no total. A princípio eram 25, mas foram encontrados outros 14 fora dos vagões", anunciou Alexander Basulin, porta-voz do ministério das Situações e Emergências.

Segundo a ministra da Saúde e Desenvolvimento Social, Tatiana Golikova, citada pela agência Interfax, 95 pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas.

O descarrilamento de quatro vagões do "Nevski Express", percorria o trajeto entre a capital e São Petersburgo, aconteceu às 21H34 locais (16H34 de Brasília) perto da cidade de Uglovka, a 284 km de Moscou, na região de Novgorod (noroeste da Rússia).

O trem era formado por 14 vagões que transportavam 660 passageiros.

A principal suspeita para a origem do descarrilamento é de um atentado, afirmou o presidente da companhia russa de ferrovias, Vladimir Yakunin.

"A principal tese examinada pelos investigadores é a da explosão de uma bomba instalada por desconhecidos. Ou seja, um atentado", declarou Yakunin à imprensa no local da tragédia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host