UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/11/2009 - 09h41

Para Juncker não é momento de interromper planos de estímulo

NANQUIM, China, 29 Nov 2009 (AFP) - O líder dos ministros das Finanças da Eurozona, Jean-Claude Juncker, afirmou neste domingo que não é o momento adequado para deter os planes de estímulo da economia na China e na União Europeia (UE).

"Consideramos que ainda não chegou o momento momento de retirar os planos de estímulo da economia em curso em diferentes partes do mundo", afirmou Juncker após um encontro com o primeiro-ministro chinês Wen Jiabao.

Ao mesmo tempo, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, também presente no encontro, declarou que uma reavaliação do yuan seria "oportuna".

"Discutimos sobre a política cambial, sobre a ancoragem de fato do yuan", declarou Trichet.

Ele disse ter pedido a Pequim uma "política mais flexível".

"Parece que seria oportuna uma reavaliação do yuan", completou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host