UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/12/2009 - 08h30

Suprema Corte considera ilegal prisão de co-acusado no caso Khodorkovski

MOSCÚ, 23 Dic 2009 (AFP) - A Suprema Corte da Rússia declarou nesta quarta-feira "ilegal" a detenção em 2003 de Platon Lebedev, ex-sócio e co-acusado no julgamento do ex-presidente do grupo petroleiro Yukos, Mikhail Khodorkovski, e determinou uma nova avaliação do caso.

"A Corte decidiu anular a decisão de 3 de julho de 2003 do tribunal Basmanny de Moscou e reiniciar a investigação do caso criminal sobre Lebedev, levando em consideração as novas circunstâncias", declarou o juiz Pavel Serkov.

A principal instância judicial do país revisou a decisão da prisão depois que a Corte Europeia de Direitos Humanos considerou que os direitos de Lebedev foram violados durante a detenção anterior ao julgamento.

Uma ação similar foi apresentada na Corte Europeia pelo caso de Khodorkovski, mas ainda não foi examinada.

Khodorkovski e o então sócio Lebedev foram condenados a oito anos de prisão em 2005 e enfrentam agora outro julgamento por novas acusações de desvio de milhões de toneladas de petróleo e lavagem de dinheiro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host