UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 15h46

Nova sentença confirma Martín Redrado na presidência do BC argentino

BUENOS AIRES, 11 Jan 2010 (AFP) - O titular do Banco Central argentino, Martín Redrado, foi confirmado no cargo nesta segunda-feira por uma nova sentença judicial que impede, agora, sua demissão pelo governo de Cristina Kirchner, por ter-se negado a usar reservas da instituição para o pagamento da dívida pública.

A magistrada María José Sarmiento transformou em recurso ordinário uma medida cautelar sobre a proposta do uso de reservas para a formação de um fundo de US$ 6,569 bilhões para pagar parte da dívida pública de 2010, num processo no qual estão envolvidos o governo, a oposição e Redrado.

A sentença amplia os prazos para a apresentação de recursos.

A mesma juíza havia devolvido Redrado ao cargo na sexta-feira, depois de a presidente Cristina Kirchner tê-lo destituído por presumível "mal desempenho da função pública".

Esta decisão motivou uma apelação pela governo sábado, mas a nova sentença dispõe sobre a continuidade de Redrado no cargo até o julgamento do mérito.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host