UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 07h37

Conselho de administração da JAL declara concordata da companhia

O conselho de administração da maior companhia aérea japonesa, a Japan Airlines (JAL), decidiu nesta terça-feira declarar a concordata da empresa (no Brasil, chama-se recuperação judicial), afetada por graves perdas e um grande endividamento, informou a agência de notícias Kyodo, citando fontes da JAL.

Nenhum diretor da companhia pôde ser contatado até o momento para comentar essa informação.

A declaração de concordata, que deve ser formalizada nesta mesma terça-feira no tribunal de Tóquio, não impedirá que a companhia continue voando, haviam afirmado pouco antes membros do governo japonês.

Espera-se que as autoridades japonesas anunciem nesta tarde um plano para salvar a JAL, que incluirá, provavelmente, o corte de milhares de postos de trabalho, a concessão de uma grande ajuda financeira, vários fechamentos de filiais e o abandono das rotas menos rentáveis.

Ao declarar sua concordata, a JAL pode tirar proveito da proteção prevista pela lei japonesa de quebras, em particular em relação aos seus credores.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host