UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/01/2010 - 12h31

Para o FMI, o déficit público é o principal problema dos próximos anos

Os déficits públicos serão um dos maiores problemas nos próximos cinco ou sete anos, declarou neste sábado, em Davos, o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacinal (FMI), o francês Dominique Strauss-Kahn.

"O problema da estabilidade orçamento vai ser um dos maiores problemas, talvez o maior de todos, nos próximos anos", declarou Strauss-Kahn, que participa no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

"Vamos enfrentar esse problema durante cinco, seis ou sete anos, de acordo com os países", acrescentou.

Um dos desafios mais delicados para os governos consiste em escolher o bom momento e o bom ritmo para desmantelar as medidas excepcionais de apoio à economia adotadas no momento mais aguda da crise.

"Se sairmos muito tarde, haverá uma desperdício de recursos e isso aumentaráa dívida pública e devemos evitar isso", afirmou Strauss-Kahn.

"Mas se sairmos muito cedo, o risco é ainda maior", acrescentou, evocando uma possível retorno da recessão.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host